Dicas para desfrutar da neve de forma segura

Dicas para desfrutar da neve de forma segura

As montanhas já estão cobertas de neve. Com certeza muitos de vocês já tiveram a oportunidade de fazer uma visitinha à serra no último Natal acompanhados pelos vossos filhos. Começa uma época muito divertida para desfrutar ao ar livre com os miúdos, brincar na neve e praticar desportos de inverno.

Esqui, Snowboard, Snowshoeing (as nossas velhas conhecidas raquetes de neve) ou simplesmente um trenó são algumas das atividades que poderemos desfrutar. Esses tipos de desporto de neve permitem que as crianças desenvolvam a sua psicomotricidade, confiança e autonomia.

Mas a neve, embora seja muito divertida, é o cenário frequente de pequenas quedas e acidentes. Calcula-se que 80% das lesões ocorridas podem ser evitadas, tal como analisa, através do seu relatório do observatório Faros, o Hospital Sant Joan de Déu.

Riscos dos desportos de inverno

É necessário verificar se os esquis e as pranchas são adequados para o seu nível, se as botas são do seu número, se estão bem fechadas e ajustam-se aos seus tornozelos na perfeição. Também vão precisar de um capacete para evitar lesões. Não devemos deixar as crianças sozinhas nem lhes permitir que acedam a lugares escarpados, com rochas ou com muitas inclinações. Não devem sair das zonas sinalizadas e delimitadas para elas.

Contudo, e apesar das precauções, é inevitável que, com a velocidade, as novidades e o entusiasmo da brincadeira na neve aconteçam pequenos golpes e quedas. Por isso, convém levar sempre o Calmatopic no bolso do casaco em qualquer uma das suas apresentações (roll-on ou stick) e deixar que os ingredientes naturais da rãzinha aliviem os miúdos nos seus pequenos acidentes.

Queremos dar-lhes algumas dicas simples para tornar as vossas jornadas desportivas mais seguras e para que nada os apanhe de surpresa.

Os agasalhos, básicos para desfrutar da neve

As crianças devem estar protegidas contra as baixas temperaturas, mas não devem suar nem ficar ‘assadas’. O ideal é vestir-se com peças sobrepostas, para que possam ser despidas com facilidade caso sintam calor.

É importante que a roupa seja impermeável e permita a transpiração, de forma que devem esquecer as T-shirts de algodão que têm em casa, uma vez que não absorvem corretamente o suor. Apostem nas três camadas: uma T-shirt térmica, o forro polar e o casaco.

Também devem calçar luvas e pôr gorro para que não percam calor (pela cabeça perde-se uma grande parte do calor) e uma gola para evitar os rasgões. Não devemos esquecer-nos dos óculos, com um bom filtro solar nas lentes, para proteger as crianças das radiações solares (se forem polarizadas, melhor) e as tempestades de neve.

Não esquecer do protetor solar. É costume associá-lo à praia e ao calor, mas a neve reflete um alto índice de refração solar e aumenta o impacto da radiação ultravioleta. Isto traduz-se em queimaduras, vermelhidões e gretas na pele. Convém comprar um protetor que se adapte às necessidades dos vossos filhos e aplicá-lo com frequência.

Quando descansar?

As crianças de tenra idade só sentem cansaço quando já não aguentam mais. É tarefa nossa organizar um dia divertido, repleto de atividades, mas concebido de acordo com a sua idade e limitações. De quando em vez convém perguntar aos miúdos, mas sem atrapalhar a brincadeira, se estão cansados ou se lhes apetece parar por alguns instantes. Tomar um lanche pode ser uma boa desculpa para dar uma paradinha e recuperar a energia perdida.

Também é importante observar determinados aspetos que indicam se os seus filhos necessitam de parar, tais como terem os lábios roxos devido ao frio ou camadas de roupa molhada mais próximas da pele. Aqui será importante explicar-lhes que devem avisar as suas mamãs e os seus papás ou falar sobre isso com o monitor, para que a sua temperatura não baixe e não fiquem doentes.

Não descuide da sua alimentação

Para desfrutar de uma jornada tão intensa, com tantas emoções e novidades, é importante que as crianças tenham um aporte energético adequado. Os passos a seguir são:

  • Pequeno-almoço completo: a primeira refeição do dia é essencial para garantir um estado nutricional adequado. Mais ainda tendo em conta que se vai estar todo o dia a brincar sem parar.
  • Hidratação: quando se pratica algum desporto é sempre necessário repor os líquidos perdidos com o esforço. O frio não convida a beber água, mas devem oferecê-la (ou então sumos naturais) com regularidade e certificar-se de que bebem várias vezes ao longo do dia.
  • Glicose: o açúcar natural que se transforma em corridas e saltos. Proporcioná-lo em forma de peças de fruta, frutos secos ou, o nosso grande aliado com as crianças, o chocolate.

Comentários

Sem comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.